A Escravidão do Ponto!

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!”
(João 8.32)

 

O que nos define como pessoa?
A parte ou o todo?
O conjunto ou o elemento?
O sentimento ou a escolha?
Um desejo ou todos os desejos que possuímos?
Atendendo constantemente a vidas que buscam restauração na sua sexualidade, percebo quanto o diabo quer a todos escravizar num modo limitado de se perceberem.
Eis que todos fomos criados como seres humanos, completos, plenos, vastos, cheios de vida e de maravilhosas e formidáveis características que compõem a nossa personalidade.
Vejo porém, quanto o inferno quer nos reduzir à uma tacanha escravidão, tentando impor a todo tempo uma existência restrita a um único e singelo ponto de nossas vidas: aquele que mais nos desagrada!

Volto a perguntar,

O que nos define como pessoa? 
O ponto ou o seguimento? 
Uma estrela ou o universo? 
Quem somos?
Tomo por exemplo o amado ou a amada que se sente incomodado com suas atrações homossexuais e voluntariamente não as quer vivenciar.
É possível afirmar que ele(a) seja apenas suas atrações? 
Sua vida se resume às suas atrações sexuais?
Parece que, entre outras coisas, dependerá da projeção, do peso, da importância dada a elas!
Permitida uma dimensão maior ao ponto, todo o resto fica em segundo plano. Pasme! O resto que falamos, é… sua existência, sua vida.
A medida que o ponto é enxergado apenas como um ponto, perderá gradativamente a força concedida pelo próprio indivíduo e o resto finalmente ganhará espaço para emergir.
O que emergirá de você?
Sonhos, projetos, outros desejos, outros sentimentos, outras atrações… O que virá a tona?
“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”
(João 8.32)
Conheça a verdade sobre JESUS e sobre VOCÊ e seja livre! Livre da escravidão do ponto!
De que modo?
Aceitando-se, amando-se como pessoa, como um todo!
Satirizando um pouco, posso afirmar que, com o tempo você perceberá que até peca em outras áreas, não somente naquela que tenazmente quer se libertar.
Respire! Ame a Jesus! Ame-se! E prossiga em sua jornada de fé, crendo na fidelidade dEle! (Fil.1.6)

Fica na paz!

Débora Fonseca.

1 thought on “A Escravidão do Ponto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *