Blog do Luz

Você se considera uma pessoa resiliente?

Você se considera uma pessoa resiliente?

“Resiliência é um termo utilizado pela Física e denota a capacidade de um material voltar ao seu estado normal mesmo depois de ter sofrido tensão. Um material considerado resiliente é capaz de se esticar, assumir formas e contornos diferentes de sua forma original, e, ainda assim, manter sua integridade, preservar sua autonomia, manter a suaRead more about Você se considera uma pessoa resiliente?[…]

Você se considera um dependente emocional?

Você se considera um dependente emocional?

Se pudermos resumir o anseio do dependente emocional, será: eu preciso que alguém cuide de mim! A dependência emocional[1] se observa quando “a constante presença, carinho, atenção, aprovação ou apoio de outra pessoa é considerada indispensável para a nossa segurança, bem-estar e conforto pessoal. Em outras palavras, quando nosso valor, paz de espírito, estabilidade interior e felicidade estãoRead more about Você se considera um dependente emocional?[…]

Transgeneridade Infanto Juvenil

Transgeneridade Infanto Juvenil

No Brasil, a cirurgia está autorizada a partir dos 21 anos; o uso de hormônios aos 18, e os bloqueadores obviamente antes da puberdade Mudanças surpreendentes têm afetado nosso comportamento e sexualidade. É o caso dos movimentos por visibilidade e despatologização das identidades de gênero. O mais conhecido, por estar recorrentemente na mídia é oRead more about Transgeneridade Infanto Juvenil[…]

Em que momento eles se perdem…

Em que momento eles se perdem…

Tenho recebido muitos adolescentes e pré-adolescentes para acompanhamento em aconselhamento. São os filhos do cristianismo…Perdidos, porém, no curso do mundo: homossexualidade, pornografia, masturbação, drogas, confusões total, além é claro das comorbidades: ansiedade generalizada, depressão, pensamentos mórbidos, (alguns suicidas), transtornos diversos. Fica claro que a homossexualidade, motivo pelo qual os assustados pais os levam até aRead more about Em que momento eles se perdem…[…]