Os Pais no Comando

Existe a estória de um casal que saiu para celebrar o seu quadragésimo aniversário de casamento. Cada um, tinha 60 anos de idade. Inesperadamente um anjo apareceu e lhes perguntou: “O que vocês gostariam de receber como presente de aniversário?” A mulher então disse: “Oh, eu gostaria tanto de viajar, nós jamais viajamos e eu amo viajar”. O anjo balançou a sua espada e imediatamente em suas mãos estavam duas passagens para um cruzeiro ao redor do mundo. Agora, chegou a vez do marido. Ele chamou o anjo a parte e lhe disse: “Sabe, eu gostaria de estar casado com uma mulher 30 anos mais nova do que eu”. Então, o anjo balançou a sua espada e imediatamente o homem ficou com 90 anos de idade.

 

Esse é o homem de quem nós falaremos hoje. As nossas orações são por transformação e restauração em sua família. Acreditamos que as coisas serão diferentes e que milagres acontecerão não somente em sua vida mas na de sua família. Deus é capaz, confie nEle.

 

Inicialmente gostaria de lembrá-los dos órfãos que sofrem pela ausência do pai. São mais de 320 milhões de crianças que vão para a cama todas as noites somente com um dos pais em casa, provavelmente a mãe, e não um pai. (UNICEF-Out./2015).

 

O pequeno David escreveu, “Algumas vezes a noite eu fantasio dentro de minha cabeça o abraço do meu pai, as vezes à noite na sala, eu oro para que ele volte. Mas não há ninguém lá. Oh, como eu choro! Oh, como eu choro.” Uma criança sozinha, esperando que ele volte para casa. “A cadeira de meu pai, vazia em uma sala vazia. A cadeira de meu pai coberta de folhas de escuridão. A cadeira de meu pai, com todos os anos e todas as lágrimas. Como eu choro… em vão. Pois não há ninguém na cadeira de meu pai”.

 

Ouça o choro desses(as) filhos(as)!

 

Ao final desta reflexão, apresentarei algumas sugestões práticas para todos nós. Não importa se você é um pai ou não. A intenção aqui é restauração. Essa é uma situação absolutamente crítica. Buscamos aqui delinear as consequências da história de uma vida  sem um pai. Fato é, que crianças que crescem sem a presença paterna, estão mais sujeitas ao afloramento precoce de sua sexualidade, assim como o uso de drogas e outras coisas mais, que aparecerão em idade escolar.

 

Esse é um ciclo que se repete sempre, mas hoje, se você está neste ciclo, em nome de Jesus, ele será interrompido e você será conduzido a uma nova direção.

 

O texto básico para o nosso estudo, se encontra em Gênesis capítulos 2 e 3. Pais, eu desejo que vocês entendam o tremendo poder que temos. Quando você adentrar em um ambiente de sua casa, e se o seu filho(a) estiver lá saiba, ou ele se sente diminuído pela sua presença ou ele se sente engrandecido.

 

Existem duas maneiras pelas quais os pais destroem as suas famílias, mesmo estando fisicamente presentes. Uma delas é, estar fisicamente presente, mas emocionalmente distante, desconectado, incomunicável, passivo. A outra maneira é sendo orgulhoso, inconsistente e abusivo.

 

Relembrando Gênesis 2:15, Deus coloca o homem no Jardim do Éden e o ordena que, não coma da árvore do conhecimento do bem e do mal. Adão deveria repassar essa ordem a Eva.

 

Quando eles pecaram, Deus procurou a Adão primeiro. Em Genesis 3:9. Deus foi atrás do homem, porque? Bem, aqui iniciamos a nossa reflexão. O homem e sua família. A bíblia não apresenta uma lista de tarefas para cada um deles. Mas existe um pensamento, uma idéia em toda a Bíblia para completarmos esses traços, e nós o buscaremos a seguir.

 

Primeiramente, precisamos relembrar que pertencia a Adão a liderança espiritual e a responsabilidade sobre a sua mulher. Deus cobraria de Adão. Lendo o Antigo Testamento,  observaremos que o homem é o pastor da família. Ele é quem oferece o sacrifício, a ele pertence a liderança. Inquestionavelmente, a responsabilidade foi posta sobre os ombros do homem.

 

Em outras palavras, é o homem que deve inicialmente orar pela sua esposa; é o homem que deve estar à frente do ensino cristão em casa; da instrução de sua família; preparar sua família para o culto dominical e liderá-los ao templo.

 

Não afirmo com isso, que ele deva realizar toda a instrução, pois muitas vezes a esposa é melhor professora do que ele. Mas como ele poderá contribuir então?  Encorajando-a, instruindo-a, direcionando-a, supervisionando-a e se necessitar, corrigindo-a. Ele será julgado não somente pela sua missão, mas também por sua omissão.

 

Infelizmente, o que acontece em várias famílias, semelhantemente a Gn. 3:12, é o pai transferir a responsabilidade para a esposa, para a igreja e permanecer espiritualmente desconectado. Não é de se estranhar que as estatísticas indiquem que um número imenso de crianças que crescem na Igreja, eventualmente deixem a fé.

 

Me desculpe a franqueza mas, se Deus não é importante para o pai, porque é que Ele deve ser importante para o filho?

 

A Igreja pode ajudar? Sim pode, mas somente ajudar. Ela não pode tomar o lugar da figura paterna em casa. Você não sabe o que ou como ensinar? Leia Pv. 2. Melhor, leia todo o livro de Provérbios. Você encontrará neste precioso livro, um pai ensinando ao seu filho a confiar em Deus de todo o coração; ensinando a temer a Deus; ensinando a ter responsabilidade financeira; ensinando a ser generoso; ensinando  sobre as amizades, etc…

 

Vemos constantemente pais dizerem que o seu(ua) filho(a) é um bom(oa) menino(a), mas que infelizmente se envolveu com amizades erradas. Mas, aonde estavam os avisos? Vejam Dt. 6:7-17. Pais, Deus os cobrará por isso.

 

Papai nunca está em casa, pois trabalha muito, viaja muito mas, ele procura sempre se certificar que tudo está “funcionando” perfeitamente. Sempre acompanha com a mamãe, a sua parceira, aquela a quem ele ama, e mesmo a distância, está presente, emocionalmente e espiritualmente.

 

Então temos aqui, a função número um, do homem, a liderança espiritual.

 

Observemos agora que o homem é o provedor. Nós não nos aprofundaremos no texto bíblico, mas você pode observar em Gn.3:17b-19 que, o homem deve prover o sustento para a sua família. Como? Cultivando a terra.

 

Reconhecemos que hoje os tempos estão mudados. Vivemos um tempo em que presenciamos o reverso da regra. O homem, em sua maioria, não precisa cuidar da terra, dos rebanhos e muitas vezes, por causa da necessidade fique em casa e a esposa saia para trabalhar. Talvez o pai não precise trabalhar, talvez ele tenha herdado uma grande quantia. Talvez ele tenha ganhado … na loteria (que Deus o perdoe), diga-se de passagem que uma grande parte das pessoas que ganham na loteria, ganham um grande problema na vida.

 

Os pais devem atender as necessidades espirituais e emocionais de sua família. Não esperando que a esposa tome a responsabilidade. Ele as toma. Infelizmente, não é isso que vemos na maioria das vezes.

 

Você já parou para pensar no porque do homem gostar tanto de segurar o controle remoto da televisão? Porque ter o controle remoto da televisão é melhor do que não ter controle de nada. Só para lembrar que muitas vezes alguns entendem que esse é o papel que lhes resta.

 

O homem deve também, ser o guardião espiritual da família. Veja Adão, por exemplo. A serpente veio para tomar a sua família, para tomar a sua esposa e a razão por que Deus o tornou responsável, conforme Gênesis 3:6-7, foi porque Eva “ tomou do seu fruto, comeu e deu também para o seu marido e ele comeu com ela”.

 

Entendo que o primeiro pecado não tenha sido comer o fruto da árvore, mas a passividade de Adão. Adão, que assistiu passivamente a serpente seduzir a sua esposa e não fez absolutamente nada a respeito. Foi por isso que Deus cobrou dele e não de Eva, ele era o guardião da família.

 

Pais, quando há ataques contra a família, quando há bullying na escola, você deve se envolver, não importando se é o seu filho que sofre o bullying ou se ele que o pratica. Você precisa se envolver, esclarecer e corrigir a situação. Você precisa assumir a responsabilidade sobre o que acontece ou está para acontecer em sua família.

 

Pais, há tantos ataques sobre a família. Mas o que você e eu podemos fazer? Clamar a Deus por sabedoria para sermos o homem da casa. Para nos envolvermos emocionalmente e espiritualmente na vida de nossas famílias. Para isso que Deus no chama.

 

Você já parou para pensar o porque dos pais na televisão serem uma figura tão desinformada, apática, passiva? Uma espécie de “ignorância ambulante” de quem todos fazem piadas? Pense um pouco…

 

Se essa serpente quisesse atacar a nossa família hoje, qual seria a figura que ele atacaria primeiro? Ele atacaria o pai. Perceba, nós vivemos num tempo em que muitos homens não podem ver ou perceber esse ato por diferentes razões.

 

– Talvez porque tiveram péssimos modelos ou mesmo não tiveram nenhum e por isso não fazem a menor idéia de como deve ser um pai.

 

– Talvez porque nós temos uma confusão de papéis. Muitos não sabem o que eles devem ser realmente. Em nossa sociedade, nós temos homens agindo cada vez mais como mulheres e mulheres agindo cada vez mais como homens, para a destruição da família. O homem não sabe o que é ser um homem. Pensam que ser homem é ser forte, bruto…, não fazem a menor idéia que o homem deve ser ao mesmo tempo forte, sensível, amável e cuidadoso. Eles não sabem o que é ser homem.

 

– Talvez o homem viva com um pecado não confessado, um vício e assim, será muito difícil para guiar a sua família espiritualmente e então, acontece a paralisia. Querido, isso vai do meu coração para o seu, se isso é uma descrição sua, você poderia buscar uma ajuda? Você não pode viver sob a condenação de Satanás e ter a liberdade para instruir e guiar espiritualmente a sua família. Lembre-se, Deus nos tem responsáveis pelas nossas respectivas famílias.

 

Pensando sobre o poder da família, eu gostaria de exemplificar e apresenta-los três objetivos para nós pais, trabalharmos com e perante nossa família:

 

– Nós pais, somos um espelho. Sim, um espelho. Sabe como nossas crianças enxergam a si mesmas? Você sabe como as esposas enxergam a si mesmas? Depende de como nós os enxergamos. A criança entende a si mesma como o pai a enxerga. Se o pai a honra, encoraja-a, permanece ao lado dela. Ela se enxergará valiosa, amparada e protegida nesse mundo tão cruel. Mas se o pai a enxerga como alguém que só quer tomar o seu dinheiro, seu tempo, suas energias. Como alguém que precisa ser alimentada, vestida. Se ele a vê como um(a) intruso(a) em seu “pequeno mundo”, isso terá um impacto catastrófico na via dela.

 

Enxergando-se como o pai a vê, essa interpretação fica retida em seu coração e em sua mente. Se ela sofre algum tipo de abuso, ela entende que ela merece o abuso sofrido. Oh pai, você é um espelho! Reflita a sua família imagens positivas de encorajamento e de ajuda, seja o suporte dela.

 

– Nós pais, somos um termostato – Qual a temperatura que a sua casa chegará? Existem casas que são somente discussões, brigas. Alguém já disse que em sua casa, cada discordância, por menor que seja, acaba em uma briga. Mas… aonde está o pai para afirmar que nós devemos honrar e respeitar uns aos outros? Nós temos que resolver os conflitos e não promovê-los. Nós temos que nos amar…, uns aos outros. Os pais tem que ser um modelo relacional. O pai tem que amar e respeitar a sua esposa e seus filhos. Aonde está esse pai? Ele será cobrado.

 

Quando a sua casa é um lugar frio, quando os segredos devem ser mantidos “guardados”, e a vergonha é frequentemente utilizada como uma “motivação”; pai, em uma casa como essa, você será cobrado. Você e eu, somos termostatos.

 

– Nós pais, somos uma bússola – Estamos indo na direção correta? Guiamos a nossa família corretamente para um melhor entendimento espiritual e um grandioso senso de direção? A família sabe que ela pode depender do pai?

 

Agora, vou te pedir que leia uma outra passagem e, essa é uma passagem que nós não entendemos muito bem. Nós que sempre temos tensões interiores e em nossa casa e ela nos mostra bem o que Deus pensa sobre conflitos familiares. Ela se encontra no final do Antigo Testamento, no livro de Malaquias, capítulo 4:5-6: “Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor; E ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha, e fira a terra com maldição.”(ARC).

 

Deus nos afirma que se as nossas famílias não estiverem reconciliadas, se os pais não estiverem restaurados (convertidos) aos seus(uas) filhos(as) e filhos(as) a seus pais, isso será um julgamento final. O que isso quer dizer para nós pais? O que isso quer dizer para nós enquanto nação? Quando os lares estão sendo destruídos pelos contínuos ataques à família? Esses ataques estão em todos os lugares, especialmente na mídia e no meio político. Que herança maldita é essa que deixamos? Nós deveríamos chorar pelas nossas famílias.

 

Eu mencionei que deixaria algumas sugestões para os irmãos. Alguns passos que você precisa caminhar para vencer essa maldição.

 

– Nós precisamos nos reconciliar com o nosso próprio pai – você pode dizer: “mas o meu pai abandonou a nossa casa!”. Como exemplo, pense sobre “aquela menininha”, Separe um tempo agora para sentir a dor. Imagine-a, ela tem aproximadamente 8 anos de idade, o pai entra no seu quarto, se senta a sua cama e lhe diz, “filha, eu estou indo embora. Eu vou viver com uma outra pessoa. Mas não se preocupe, eu virei, de tempos em tempos para visitá-la”. A menininha se desmancha em lágrimas, O pai caminha para fora do quarto e esse é o último momento que a menininha vê o seu pai.

 

Todos os dias isso acontece em todo o país. Mas você pode questionar, “o que você quer dizer com “reconciliar com o seu próprio pai?”  Saiba que você pode se reconciliar com o seu pai, mesmo sem a permissão ou envolvimento dele. Alguns talvez precisam se reconciliar com um pai que já faleceu há muito tempo e permanecem presos nos efeitos e resultados dessa relação mal resolvida. Então, como restaurar com os nossos pais, especialmente com o nosso pai?

 

– Aceite a realidade e a verdade – ouvi a história de um jovem que escreveu ao seu irmão: “no que diz respeito ao papai, isso é um grande problema. Eu não sei aonde começar, mas eu gastei muito tempo e dinheiro em terapia e finalmente eu estou começando a me aceitar. Isso me afeta muito, principalmente o fato de que papai nunca mudará. Eu tenho passado maus bocados e tenho gastado minha vida em busca de um pouco do reconhecimento dele e da sua benção. Encontro somente o desapontamento a cada vez. Em algum lugar no tempo eu deixei de tentar. Eu sempre senti a falta dele e ele sempre terá um santo lugar em meu coração. Mas o seu amor e a sua afeição por mim, eu nunca poderei mudar”.

 

Você precisa estabelecer a paz com o seu pai. Primeiramente você precisa aceitar a realidade. Eu sei, é muito difícil para crianças que tiveram uma dura experiência com o seu pai. Eu espero que a maioria aqui possam dizer “eu tive um bom pai”. Eu tenho um bom pai. Um pai imperfeito, claro, pois todos os pais são imperfeitos. Mas um bom pai. Talvez você me diga que o seu seja um alcoólico, um abusador, ou tenha abandonado a família, etc… mas você precisa estabelecer a paz com o seu pai; você precisa encarar a realidade. Lembre-se, aquilo que você não perdoa, você somente “empurrará para adiante” e as consequências virão.

 

–  Fique de luto pela perda – você teve e tem sonhos que nunca se cumprirão. Chore por eles, chore pela sua infância, e aceite. Reconheça que não mudou e não mudará. Isso é o que é. Então, após chorar e reconhecer, decida o que fazer. Decida perdoar. Mas como você e eu perdoamos? Nosso padrão é, “queremos perdoar os outros assim como Jesus nos perdoou”. Você não é grato porque Jesus livremente nos perdoou? Isso não é maravilhoso? É claro que ansiamos por reconciliação, mas compreendemos que em muitas vezes isso é impossível. Mas decida que você não mais será guiado pela sua dor.

 

Agora eu afirmo educadamente a você. Imagine que estamos em particular, uma conversa franca, olho no olho, somente nós. Eu lhe diria que é muito importante que ao olharmos para o passado, não o esperemos que todas as feridas estejam saradas.

 

O problema é que nós sentimos muito mais a dor das nossas feridas do que a dor do nosso pecado. Nós realmente não percebemos, mas o problema real para Deus é a santidade.

 

Eu espero que você entenda hoje que o passado não pode definir quem você é. Você precisa entender que mesmo que você apresente diversas feridas, lembre-se que você pode ser um homem de Deus. Você não concorda? Veja os exemplos no A.T. por exemplo. Veja o exemplo de Abraão, seus pais eram pagãos. Acredito que pela graça de Deus ele foi até bem… Veja o exemplo de Moisés, que foi criado por uma mulher solteira, que adorava o sol, o que Deus fez através dele… Veja por exemplo o Rei Acaz, que por mais que você se esforce, não encontrará nada de bom nele, mas ele teve um filho, Ezequias que serviu ao Senhor…

 

Se você tiver fé e acreditar, eu o convido a acreditar que você pode se reconciliar com o seu pai e o seu passado não poderá e não definirá o seu futuro, porque Deus é Deus de graça.

 

Eu não sou a pessoa para fazer um convite ou um apelo, mas se você entendeu que essa mensagem é para você, porque você está cansado e doente de tanto perseguir a cura para as suas feridas, como se isso fosse o seu maior objetivo. Se você entendeu que seu maior objetivo é o de glorificar a Deus a despeito de todas as suas imperfeições,

 

Deus pode faze-lo, basta você clamar, “Deus me ajude a ser o pai que eu devo ser”.

 

Então, essa é uma mensagem para todos nós, não é? Todos nós temos e devemos nos reconciliar com os nossos próprios pais. Mas agora eu falo novamente aos pais, diretamente a eles. Qual o próximo passo a ser dado pelo pai? Bom, o próximo passo é a restauração.

 

A restauração de uma relação que está destruída. Pai! Você deve tomar a iniciativa aqui. A Bíblia nos diz em 1 Pedro 3:7 que, “Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações”.

 

Impedidas? Como as nossas orações podem ser impedidas? Pais, nós precisamos tomar a iniciativa. Precisamos ser rápidos em pedir perdão as nossas esposas e aos nossos filhos. Numa casa em que existem mais de um filho, pode acontecer de culparmos o filho errado, como por exemplo. O que os filhos procuram é um pai honesto, que lhes olhe nos olhos e lhes diga “eu agi errado com você; eu interpretei a situação erroneamente; eu não falei as coisas corretamente com você; eu te peço perdão”.

 

Você não concorda? Leia o texto de Malaquias novamente, o caminho é por aí mesmo, “pais aos filhos” e então “filhos aos pais”. Façamos um “strike” na terra começando quebrando essa maldição. Nós estamos lidando com um grande problema dentro da família. Claro, concentrando no “pai segundo Deus”, existe uma promessa para nós, o salmista Davi nos diz que “ainda que o meu pai se esqueça de mim, Deus me levantará”. Deus é o nosso Pai. Ele enviou Cristo para nos salvar.

 

Uma das mais belas palavras em todos os idiomas é “pai”. Não se esqueça, nós temos um Pai no céu, e nós podemos clamar a Ele “Aba Pai”. Existe algo mais precioso do que isso? Jesus nos ensinou a orar dizendo “Pai nosso que estás nos céus”. Jesus revolucionou o entendimento do Antigo Testamento com essa oração com essa afirmação tão íntima.

 

Jesus também citou exemplo do Pai através da parábola do filho pródigo. O Pai o recebe de volta, sem qualquer questionamento. “Tragam meu anel, sandálias e roupas novas, pois o meu filho que estava perdido, voltou”. Isso é o que Deus quer fazer por você hoje. Você é muito bem vindo nessa família, se você quiser. Mas isso é somente através de Jesus Cristo. Somente através dele, você será capaz de chegar a Deus. Deus é capaz de mudar as circunstâncias mudando você e a mim, se nós entregarmos o nosso coração a Ele.

 

Você está cansado? Jesus disse “venham a mim todos vós que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei”. Sabe, você e a sua família também pode experimentar isso, em Cristo.

 

Que o Senhor nosso Deus, o nosso Pai, tenha misericórdia de nós e nos conceda a Sua graça para sermos “pais, segundo o coração dEle”. Amém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *